Um o que, Zé?

Zé Ramalho, nome artístico de José Ramalho Neto, (Brejo do Cruz, Paraíba, 3 de outubro de 1949) é um cantor-compositor brasileiro.

Esta frase enigmática faz parte da música Frevo Mulher.

:::

Frevo Mulhe / Zé Ramalho

Quantos aqui ouvem os olhos eram de fé!
Quantos elementos amam aquela mulher…
Quantos homens eram inverno outros verão…
Outonos caindo secos no solo da minha mão!

Gemeram entre cabeças a ponta do esporão
A folha do não-me-toque
E o medo da solidão
Veneno, meu companheiro
Desata no cantador
E desemboca no primeiro açude do meu amor

É quando o tempo sacode a cabeleira
A trança toda vermelha
Um olho cego vagueia
Procurando por um!

Anúncios

Tags: , , , ,

10 Respostas to “Um o que, Zé?”

  1. Laura Freire Says:

    Excelente pergunta!

    Bom, deve ser um outro olho… que enxergue…

  2. Lili Says:

    Qual Diógenes, acho que o nosso Zé é um Cínico…

  3. renata Says:

    Ceó, há vários erros na letra. Eu tb canto várias músicas erradas, mas essa parte “E desemboca no primeiro, assim diz o meu amor” é igual àquela frase de Anjo Querubim (do pernambucano Petrúcio Amorim, imortalizado na bela voz de Angela Espíndola da banda também pernambucana Limão com Mel): “Fui até Natal, Salvador, Paraíba, Bacabau” – Todo mundo canta “Fui até Natal, Salvador, Paraíba, Macapá” kkkkk

    Aki a letra retirada do site de Zé Ramalho:
    Quantos aqui ouvem os olhos eram de fé!
    Quantos elementos amam aquela mulher…
    Quantos homens eram inverno outros verão…
    Outonos caindo secos no solo da minha mão!

    Gemeram entre cabeças a ponta do esporão
    A folha do não-me-toque
    E o medo da solidão
    Veneno, meu companheiro
    Desata no cantador
    E desemboca no primeiro açude do meu amor

    É quando o tempo sacode a cabeleira
    A trança toda vermelha
    Um olho cego vagueia
    Procurando por um!

    • Ceó Pontual Says:

      Oi Renata,

      Já corrigi a letra, brigadão 🙂

      Tem outros clássicos de letras erradas como:

      “Ao sair, do avião, zumbi pisou num ímã….” no lugar de “açaí, guardião, zum de besouro, um imã…”

      E também:

      “Na madrugada a vitrola rolando um blues, trocando de biquini sem parar…” Coitado do BBKing… kkkkkk

      Bj!

  4. tatiana Says:

    ele é vizinho de praia do meu pai, da próxima vez que avistá-lo na praia vou até ele perguntar qum é esse “um”. rsrsrsr

  5. Valérie Says:

    Lindo Lindo! Amo esta música, amo seu trabalho! Sou fã mesmo! Um dia quem sabe direi uma frase tão sábia (ou tão ruim! rsrs) que merecerei uma ilustração?

    Um abraço Ceó!!!

  6. Guto Says:

    Ceó… tô voltando a olhar tuas ilustras depois de um tempo sem passar por aqui (férias e simplesmente a perda da rotina)…

    Por uma incrível coincidência, nesse fim de semana estava tomando uma quando começou a tocar uma música de Zé Ramalho e o comentário de todos os que estavam ouvindo foi como aquela letra não fazia sentido algum. A música em questão era: Chão de Giz… pelo jeito, este que vc ilustrou não é o único verso do Zé que precisa de uma explicação.hehehehe

    Parabéns por todas as ilustras que visitei até agora, tentando recuperar as ilustras perdidas… tem várias que estão show!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: